sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Paz...ou somente paz??


Todo passar dos tempos só se ouve falar em paz, tanto que nunca é demais.
Essa palavra forma uma união, donde só se vê teoria, e pratica não.
Seu ‘’algoz’’ pode soar em violência, seu seguimento uma pura vivencia.
Somos os primeiros, a essa palavra ferir, ao fazermos caos e na guerra agredir.
Por que não a usamos junto ao amor? Talvez por não haver mais confiança nesse mundo de dor.
Então que essa palavra soe como uma canção feita para qualquer idade, semeada em nossa mente, repleta de humildade.
Será que o que voz falo é uma distorção, rimada com paz e sua inversão!?

domingo, 3 de janeiro de 2010

'’Eu preciso ler?!’’


Pra que ler? Eu me pergunto às vezes. Será que esse é o caminho mais fácil para a sabedoria?Se debruçar por paginas, palavras, e frases expressas por pensamentos de outras pessoas, que pensam de alguma maneira como nós, e transcrevem-nas para papéis e outros meios de comunicação. Está tão fácil ler, porém tão difícil. O cansaço mental é um dos obstáculos que nos faz parar no meio do caminho toda vez que iniciamos a compreensão de um livro, por exemplo. Mas se somos instruídos nas escolas da vida de modo obrigatório a ler, por que não lemos longas escritas. Já era para estar fixo em nossas mentes o conhecimento desse prazeroso exercício, e não éramos para estarmos lutando contra, formulando desculpas para a não leitura, apesar de dizerem que é o caminho para a educação. Quem diz isto, confirmo que está certo, porem a maneira pela qual nos passam ou instruem esteja incorreta, estaremos em contato com a leitura por toda a vida, mas não a dominamos da maneira dos estudiosos, apenas sabemos na simplicidade das palavras. Sendo que a absorção era para ser mais complexa, de um modo que abrangesse, uma réplica textual de idéias superior ao que estivesse inscrita num mini retângulo de palavras. Todavia, essa é uma distorcida idéia voltada para pessoas que estão iniciando ‘’vagarosamente’’ nessa prática sadia de obtenção de pensamentos racional, fictício, critico e outros que surgem no meio do caminho.